Gilbey’s Invalid Port



   
 

Sabe-se que a empresa nesta altura era bem-sucedida, mas que sofria com falta de capital já que John Frederick não estava disposto a investir, pelo menos na mesma medida em que as gerações anteriores o tinham feito. 

Valeu então à empresa uma ajuda financeira provinda de uma fonte inesperada – uma empresa de vinhos chamada Gilbey’s, de Londres. Esta empresa tinha desenvolvido uma marca conhecida como o Gilbey’s Invalid Port, para a qual alegou propriedades tónicas e revigorantes. 
 
O vinho foi fornecido por Croft, enviado em pipas e engarrafado pela Gilbey’s em Londres. O produto foi um enorme sucesso e esse novo negócio trouxe dinheiro muito bem-vindo ao negócio de vinho do Porto Croft. À medida que as vendas de Invalid Port cresceram, a Gilbey´s começou a preocupar-se em garantir a sua fonte de abastecimento de vinho apropriado. Em 1892, comprou metade das ações à Croft, ficando John Frederick como detentor da outra metade.