Gonne, Gribble & Holford



   
 

Durante esse tempo, a casa do Porto tinha sido gerida pelo irmão de Jack, Frederick.
 

Rabiscos da Caligrafia de Gribble 
 
Em 1824, Frederick morreu deixando Jack como o único proprietário da empresa. Por esta altura, Jack voltou para a Inglaterra, onde a busca pelos seus múltiplos interesses pouco tempo lhe deixou para gerir a empresa do Porto. Daí que Jack fez um acordo com o principal agente da Croft em Londres, a empresa Gonne, Gribble & Holford, no qual lhes deixava a gerência da empresa em troca de uma participação nos lucros. Este acordo provou ser um sucesso, particularmente até porque o filho de Jack, John Frederick Croft, quando atingiu a idade adulta, mostrou pouco interesse no negócio.
 
A seguir: Quinta da Roêda >>