A Mudança para Portugal



   
 

Por meados do século XVII, a firma Thompson’s tinha começado a importação de tecido para Portugal. Desde a assinatura do Tratado de Windsor em 1386, que Inglaterra e Portugal tinham sido parceiros comerciais muito próximos.

Em 1654, o comércio entre os dois países foi incentivado por um novo tratado, que concedeu privilégios especiais para a negociação de comerciantes ingleses em Portugal, incluindo o direito a impostos mais baixos. Como resultado, a família Thompson deixou de se concentrar tanto em França, que estava frequentemente em guerra com a Grã-Bretanha, e mudou-se para Portugal. Nesse tempo a empresa foi gerida por Richard Thompson, que ficou responsável por transformar a empresa familiar numa empresa de vinho do Porto.
 
Em 1707, Richard Thompson fez a fusão do negócio com a empresa de Thomas Phayre e Nathaniel Bradley, dois irmãos irlandeses que se estabeleceram em Portugal e que eram negociantes de vinho do Porto e de outros bens. A empresa tornou-se conhecida como Phayre, Bradley & Thompson, até que os dois irlandeses deixaram a socidedade e foram substituídos por um novo parceiro, Benjamin Tilden, tendo depois a empresa adotado o nome de Thompson & Tilden.
 
A seguir: A família Croft >>